Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Icone Notícia

Educação - Quinta-feira, 27 de Junho de 2019

Programa “Judô na Escola” inclui ensino da arte marcial no cronograma de aulas da rede municipal de Pompeia

O objetivo do programa é introduzir o esporte com a atenção voltada ao aspecto da educação humana do Judô


Alunos do Pré II do CEMEI “Maria Stella de Carvalho Lacombe” tiveram suas primeiras aulas de judô com o Sensei Kanefumi Ura nesta semana, graças ao novo programa “Judô na Escola” que começou a ser implementado em Pompeia por meio de parceria entre o Instituto Kodokan do Brasil, a ACEP/Kaikan e a Prefeitura Municipal. O programa se baseia em um Memorando de Cooperação na área da Educação Física entre o Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciências e Tecnologia do Japão e o Ministério do Esporte do Brasil, tendo em mente a sucessão dos Jogos Olímpicos "do Rio para Tóquio". O objetivo do programa é introduzir o esporte com a atenção voltada ao aspecto da educação humana do Judô, arte marcial que tem origem no Japão e é amplamente enraizada no Brasil.
“O foco desse projeto é atuar junto com as escolas para ajudar por meio da arte marcial a formar crianças mais disciplinadas, cultivando valores como respeito, obediência, humildade, enfim. Aqui no Judô, expressões como “obrigado”, “por favor” e “desculpe” são fundamentais. Além disso, elas aprendem a falar algumas coisas em japonês. As crianças, daqui uns 6 meses, se continuarem firmes aqui, vão falar muito bem o japonês, porque elas decoram muito rápido. Além disso o projeto é importante porque no judô trabalhamos o físico e a mente, os dois interagem muito, não adianta querer chegar e derrotar os adversários com força bruta, é preciso pensar bem, raciocinar, ter concentração, uma mente focada. Então por meio do Judô a criança vai ficando esperta, como se diz. Nesse processo, a participação dos pais ajuda muito. Quanto mais presentes os pais, melhor será o desenvolvimento da criança e do atleta”, comentou o Sensei Kanefumi Ura, o “Kane”.

Crianças e adolescentes mais velhos que queiram se dedicar ao judô de maneira mais competitiva também têm a opção de se matricular no Projeto Judô em Ação, que tem dezenas de atletas de 6 a 18 anos, sendo muitos federados e medalhistas de campeonatos importantes. Os alunos recebem treinamentos físicos e técnicos, com aulas no período da manhã e da noite, às terças, quintas e sextas. A participação no projeto é totalmente gratuita. Materiais necessários à prática do esporte, como os quimonos, são cedidos pela Prefeitura. Interessados podem se matricular procurando a Academia do Projeto Judô em Ação às terças ou quintas-feiras, a partir das 18h, munidos de cópias de RG, CPF e certidão de nascimento. Mais informações pelo telefone 34051539.

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...