Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Icone Notícia

Educação - Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019

Alunos do programa “Judô na Escola” recebem judoguis do Instituto Kodokan do Brasil em parceria com a Ajinomoto

Programa é fruto da parceria entre a Prefeitura de Pompeia, ACEP/Kaikan e o Instituto. Benefícios para os alunos ultrapassam o tatame e impactam vida escolar e o comportamento em família


Os Alunos do Pré II do CEMEI “Maria Stella de Carvalho Lacombe” participantes do programa municipal “Judô na Escola” receberam na manhã desta segunda-feira (25) os judoguis completos  da Ajinomoto do Brasil que mantém parceria com a Federação Paulista de Judô e Instituto Kodokan do Brasil. O kit é composto por uniformes tradicionais para a prática do judô, faixa, garrafa plástica e bolsa.

Prestigiaram a cerimônia de entrega o vice-prefeito José França, a diretora de Esportes Sandra Marinho, o presidente da Associação Cultural e Esportiva de Pompeia – ACEP,  Jorge Noboru Mizoguchi, o delegado regional da Federação Paulista de Judô Raul de Mello Senra Bisneto, o secretário da Administração Adalberto Bento, o mestre Osvaldo Hatiro Ogawa, representando o presidente de honra Shuhei  Okano do Instituto Kodokan do Brasil e o mestre Uichiro Umakakeba da Associação de Judô de Bastos, pioneiro do projeto “Judô na Escola” quando O professor do Projeto “Judô na Escola”, Sensei Kanefumi Ura, foi o anfitrião e mestre de cerimônias do evento que ocorreu na Academia do Projeto Judô em Ação, outro programa municipal de formação de jovens judocas.

O projeto Judô na Escola é fruto de parceria entre a Prefeitura de Pompeia, ACEP/Kaikan e o Instituto Kodokan. O objetivo é introduzir o esporte nas escolas para ajudar, por meio da arte marcial, a formar crianças mais disciplinadas, cultivando valores como o respeito, a obediência e a humildade.

“É muito notável a mudança deles, principalmente com as regras, a obediência, o limite. O Judô faz um trabalho completo, em todos os aspectos, principalmente com a disciplina”, disse Sandra González, diretora da CEMEI “Maria Stella de Carvalho Lacombe”.

Os benefícios ultrapassam o tatame e a sala de aula. Com os ensinamentos do esporte, os alunos apresentam melhorias no bem-estar físico, mental e no comportamento familiar.

“Notei muita diferença no comportamento dele em casa e na escola. Melhorou o aprendizado, tanto nas palavras que eles aprendem aqui no Judô, e nas ações também”, disse Valéria dos Santos Pereira, mãe do aluno Luis Miguel.

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...