Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Icone Notícia

Saúde - Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2021

Pompeia tem estoque de seringas e agulhas e está preparada para vacinação contra a COVID-19

“Não sabemos quando a vacina chegará, mas estamos preparados”, garantiu a prefeita Tina Januário


Pompeia tem estoque de seringas e agulhas e está preparada para vacinação contra a COVID-19

A Prefeitura Municipal de Pompeia, através do Departamento de Higiene e Saúde, garantiu a compra de 20 mil seringas e agulhas para o início da vacinação contra o novo coronavírus, e recebeu do governo estadual, outros 10 mil insumos. De acordo com o superintendente do DHS, Adalberto de Oliveira Bento, embora o município ainda não tenha recebido o imunizante, a autarquia vem se antecipando desde o início da pandemia, prevendo uma possível falta do insumo no mercado.

“Se a vacina chegar hoje, nós temos insumos para vacinar toda a nossa população. Nosso estoque está garantido. A aquisição foi feita há alguns meses, com um preço justo, utilizando a verba federal enviada aos municípios. Agora, só nos resta esperar o plano de imunização que será divulgado pelo Ministério da Saúde”, disse. 

Considerando o programa anunciado pelo Governo do Estado, a primeira fase da vacinação com a Coronavac, que é feita com a aplicação de duas doses da vacina em um intervalo de 21 dias, contemplaria cerca de 4.500 idosos acima dos 60 anos e em torno de 300 funcionários da saúde. “Fora a tão aguardada vacina contra a COVID-19, teremos também todas as outras campanhas do calendário básico de imunizações previstas para esse ano, por isso a importância do planejamento para que não ocorra desabastecimento”, completou Adalberto.

Além disso, a gestão da Prefeita Tina Januário já iniciou a readequação de toda a sua estrutura de logística, incluindo a de armazenamento e distribuição das doses de vacinas, para estar totalmente preparada para o início da vacinação. “A compra de seringas e agulhas começou com bastante antecedência e não será interrompida. Com planejamento, evitamos o desabastecimento, por isso, buscamos ter sempre uma quantidade segura de seringas, capaz de cobrir toda a população. Não sabemos quando a vacina chegará, mas estamos preparados”, garantiu a chefe do executivo. 

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...